A Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) recebeu nas últimas horas alertas dos estudantes para a ocorrência de uma série de assaltos nos últimos dias nas imediações daquela instituição, no campus universitário da Asprela.

Num comunicado enviado esta tarde aos alunos, a direção da Faculdade de Engenharia diz que “foram reportados recentemente alguns casos de assaltos na proximidade do Campus da FEUP”, e deixa uma série de sugestões aos alunos para que se protejam.

Esta terça-feira, dia 23, foram detidos dois homens de 22 e 24 anos, em flagrante delito, depois de terem praticado um roubo com recurso a arma branca junto ao Polo da Asprela. Esta informação foi confirmada pelo Comando Metropolitano do Porto, da PSP, que adianta ainda que os dois homens estavam já referenciados pela prática de outros roubos na mesma tarde.

Os suspeitos coagiram a vítima a entregar a carteira e queriam obrigá-la a levantar dinheiro numa caixa multibanco, explica a mesma fonte em comunicado hoje enviado.

Nas redes sociais os estudantes daquela zona queixam-se da insegurança. A Associação de Estudantes da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto escreve no Facebook que “devido aos recentes assaltos” está em “contacto permanente com o chefe da esquadra do Bom Pastor", que já garantiu “o reforço de patrulhamento policial nas imediações” daquela faculdade.

“Foi também feito um pedido para uma reunião de caráter urgente, e em conjunto com as restantes Associações de Estudantes do Polo da Asprela, com o objetivo de reforçar a nossa preocupação numa solução rápida e eficaz”, pode ler-se na mensagem hoje divulgada.

“Apelamos para que os estudantes não ajam por conta própria e incentivamos, caso seja possível, que se desloquem em grupos”, acrescenta.

Fonte da Universidade do Porto, contactada pelo SAPO24, confirma que a Faculdade de Engenharia “recebeu algumas mensagens via redes sociais de estudantes a alertar para a ocorrência de uma série de assaltos na zona durante os últimos dias”, acrescentando que foi já pedido o reforço do patrulhamento "que provavelmente será realizado já a partir de hoje”.

Em episódios anteriores, a polícia tem atendido aos pedidos da Universidade, reforçando o patrulhamento, explica ainda a mesma fonte da reitoria.

Já há um mês, a Faculdade de Engenharia pediu um reforço do policiamento, depois de haver alunos a queixarem-se “de uma onda de assaltos junto à zona da biblioteca e cantina” daquela instituição. Desde aí, a FEUP aconselha os “estudantes a andar em grupos, de forma a desencorajar os presumíveis assaltantes”.

Ao SAPO24, António José Veiga, relações públicas do Comando Metropolitano do Porto, explica que o polo da Asprela “tem merecido da parte da PSP do Porto uma atenção especial no que se refere à segurança”. Entre as medidas está a criação, em 2002, de uma equipa “cuja ação policial se encontra dedicada à referida área”, e ao “estabelecimento de uma parceria formal, protocolo de segurança com a FAP – Federação Académica do Porto, dirigido à segurança dos estudantes, com reuniões periódicas entre a PSP e a FAP”, para além de “operações de prevenção criminal”.

O Polo Universitário da Asprela, junto ao Hospital de São João, no Porto, junta várias instituições públicas e privadas de Ensino Superior.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.