De acordo com uma nota do Ministério da Administração Interna (MAI), o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, e o embaixador do Chile em Portugal, Germán Guerrero Pavez, estarão hoje, pelas 12:15, no Aeroporto de Lisboa a acompanhar a partida da força especial da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Em resposta ao pedido de assistência internacional para combate a incêndios florestais apresentado pelas autoridades chilenas, no quadro do Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia, Portugal mobilizou um grupo “com meios terrestres, composto por 52 operacionais da Força Especial de Bombeiros da Autoridade Nacional de Proteção Civil”.

“Ao abrigo da solidariedade que deve presidir ao relacionamento entre países amigos, e considerando o cenário em causa, Portugal envia uma equipa com valências no combate aos incêndios florestais com meios terrestres e ferramentas manuais e onde se inclui ainda uma equipa de comando da ANPC”, refere a nota do MAI.

Ainda neste contexto, acrescenta o MAI, “a ANPC disponibilizou também um perito em incêndios florestais para eventual integração na equipa de avaliação que será mobilizada no quadro do Mecanismo”.

Desde dezembro de 2016 que o Chile enfrenta a pior vaga de incêndios florestais da sua história e da qual resultaram já várias mortes, mais de 100 pessoas retiradas das suas habitações e danos consideráveis no edificado, sendo as regiões de Valparaiso, Metropolitana, O’Higgins, Maule, Biobio, La Araucania e Los Lagos as mais afetadas.

O estado de emergência no Chile foi já acionado em várias regiões.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.