Segundo Pedro Siza Vieira, que falava à entrada para a videoconferência informal de ministros do Turismo do bloco comunitário, vão ser propostas medidas para "o curto, médio e longo prazo", que terão em vista "retomar o mais rápido possível a circulação dentro da União Europeia" (UE).

Essas medidas pretendem também "apoiar os milhões de empresas, sobretudo PME, a resolverem problemas de solvência imediatos" e ajudar o setor turístico "a transformar-se ao novo paradigma da sustentabilidade, do digital e da formação dos trabalhadores", apontou o ministro.

Pedro Siza Vieira, que será acompanhado pela secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, nesta reunião informal, assinalou ainda a necessidade de garantir "ideias claras" para ajudar o setor "que está a ser mais impactado pelas medidas restritivas".

De acordo com uma nota da presidência portuguesa do Conselho da UE, a reunião de hoje servirá também para abordar "o esforço conjunto dos Estados-membros no sentido de, à medida que se for vencendo a pandemia, restabelecer a confiança dos viajantes".

Na reunião, participam ainda o comissário europeu para o Mercado Interno, Thierry Breton, o secretário-geral da Organização Mundial do Turismo das Nações Unidas, Zurab Pololikashvili, e a presidente do Conselho Mundial de Viagens e Turismo, Gloria Guevara Manzo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.