Em junho de 2017, nas Nações Unidas, a ministra portuguesa do Mar, Ana Paula Vitorino, disse na primeira conferência dos oceanos da ONU que Portugal pretendia organizar a segunda edição do evento, marcada para 2020.

O anúncio de Rúben Eiras foi feito na inauguração de uma exposição em Lisboa sobre o primeiro navio do mundo movido apenas a energias renováveis, o catamarã “Energy Observer”, por ocasião da presença da embarcação na capital portuguesa.

Rúben Eiras disse também que o Fundo Azul - no âmbito do programa Portugal 2020, para desenvolver a economia do mar - aprovou seis projetos na área da energia das ondas, com um valor de um milhão de euros.

Em 2020 Lisboa vai ser também a capital verde europeia.

José Sá Fernandes, que na Câmara de Lisboa tem o pelouro do Ambiente, Estrutura Verde, Clima e Energia, lembrou também na inauguração da exposição que a capital conta ter em 2020 a primeira central fotovoltaica para abastecer autocarros elétricos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.