"O engenheiro António Guterres deixa um legado no sistema das Nações Unidas e pela forma como exerceu as suas funções de Alto Comissário é hoje uma voz respeitada e ouvida em todo o mundo", afirmou o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, na cerimónia de condecoração do ex-primeiro-ministro António Guterres com a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade.

Sublinhando que a condecoração agora atribuída é o reconhecimento de "um percurso de vida que tem prestigiado Portugal", Cavaco Silva falou também do desafio que António Guterres tem agora pela frente, considerando que o ex-primeiro-ministro "indiscutivelmente tem o perfil, a experiência e os conhecimentos para desempenhar o mais alto cargo do sistema das Nações Unidas".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.