“Sabemos que mais do que clamar, projetar, apontar estas ameaças, é intervindo no presente para resolver problemas e construir outro futuro que esconjuramos estas ameaças. Isto é como o bicho, que só entra na madeira podre”, declarou, numa sessão pública realizada no Rossio.

Durante a sessão, foram projetadas na fachada do Teatro D. Maria II imagens e declarações de João Ferreira através de “vídeo mapping”, numa iniciativa que durou pouco mais de meia hora e que juntou algumas dezenas de pessoas.

Antes da intervenção do eurodeputado e candidato a Presidente da República apoiado pelo PCP e PEV, o secretário-geral do partido, Jerónimo de Sousa, aproveitou para apelar para que “nenhum voto se perca”, elogiando a “seriedade” e o “rigor” com que decorreu a campanha de João Ferreira.

“Esta força, esta força que rompeu com preconceitos, que calou os insultos, que foi capaz de ter uma posição construtiva tem de ser devidamente valorizada e por isso mesmo saudada”, sublinhou Jerónimo de Sousa, numa sessão em que interveio também a mandatária nacional da candidatura, Heloísa Apolónia.

No último dia da campanha para as eleições de domingo, João Ferreira visitou uma assembleia de voto em Alverca, Vila Franca de Xira, e o quartel dos Bombeiros Voluntários de Sacavém, em Loures.

O encerramento da campanha está marcado para as 22:00 no Cinema São Jorge, onde haverá intervenções, música e a transmissão de uma mensagem de Jerónimo de Sousa, iniciativa que será transmitida ‘online’ nas plataformas da candidatura.

Concorrem às eleições sete candidatos, Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Marcelo Rebelo de Sousa (PSD e CDS/PP) Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), o ex-militante do PS Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans e presidente do RIR - Reagir, Incluir, Reciclar, João Ferreira (PCP e PEV) e a militante do PS Ana Gomes (PAN e Livre).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.