“Deu negativo e as autoridades de saúde não consideram necessário qualquer situação adicional. Retomarei amanhã [quarta-feira] a campanha e estarei no debate sobre o estado de emergência, pela manhã, no parlamento”, disse André Ventura à agência Lusa.

O líder do recém-formado partido da extrema-direita parlamentar tinha ficado na segunda-feira em isolamento profilático depois de se saber que o recandidato a chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, tinha tido uma análise positiva ao SARS-Cov-2, que provoca a covid-19, uma semana após ambos protagonizarem um debate televisivo.

Num laboratório privado, em Lisboa, Ventura foi sujeito a um teste PCR (reação em cadeia da polimerase), ou seja, através da recolha de amostras com zaragatoa na garganta e narinas para detetar a presença de moléculas do novo coronavírus.

Em virtude do confinamento autoimposto, o líder nacional-populista cancelou a agenda, falhando o desfile e discurso previstos hoje para Évora.

Na quarta-feira, o itinerário da caravana do Chega contempla os distritos de Santarém e Portalegre: pelas 15:00, um discurso no coreto do Jardim da República, seguindo-se a inauguração da sede de candidatura na cidade escalabitana e, às 22:00, um comício no grande auditório do Centro de Artes do Espetáculo de Portalegre (CAEP).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.