Em comunicado emitido hoje de manhã, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém afirma que o caudal do rio Tejo continua com variações, apresentando um valor médio de 1.000 metros cúbicos por segundo.

“As barragens de Fratel, Pracana e Castelo de Bode têm debitado nas últimas horas valores com alguma flutuação entre os 800m3/s e 1400m3/s no conjunto das barragens”, afirma a nota, adiantando que “durante todo o dia irá sentir-se uma pequena subida das alturas hidrométricas”.

Segundo o CDOS de Santarém, “o regresso total das águas ao seu leito normal será lento, dificultando a normalização da circulação rodoviária”.

A nota adianta que no distrito se encontram atualmente apenas submersas a estrada 590, entre Couço e Santa Justa, no concelho de Coruche, e a ponte dos Alcaides/Almajões, no de Santarém.

A Comissão Distrital de Proteção Civil mantém o nível de alerta do Plano Especial de Emergência na Bacia do Tejo no nível Azul, o mais baixo, mantendo as recomendações às populações ribeirinhas para que retirem equipamentos e animais de zonas normalmente inundáveis e que não atravessem, com viaturas ou a pé, estradas ou zonas alagadas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.