As bancadas da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo, no poder), Resistência Nacional Moçambicana (Renamo, principal partido da oposição), e Movimento Democrático de Moçambique (MDM) chegaram a consenso sobre a eleição dos cabeças-de-listas de candidatos para governadores provinciais, em 2019, e presidentes de autarquia, este ano.

A chefe da bancada da Frelimo, Margarida Talapa, afirmou que o acordo hoje assinado pelas três bancadas é um grande passo visando a revisão pontual da Constituição e o aprofundamento da descentralização, para o alcance de uma paz duradoura no país.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.