A ex-líder do PSD e o antigo ministro das Finanças são dois dos mais de 50 nomes que compõem a Comissão de Honra de Rio, hoje divulgada à imprensa, e que será formalmente apresentada na quarta-feira, em Lisboa.

Tal como já tinha sido anunciado, o antigo vice-presidente do PSD Paulo Mota Pinto encabeça este órgão, que integra outros ex-ministros como Ferreira do Amaral, Arlindo Cunhal, Mira Amaral, Ângelo Correia, Couto dos Santos, David Justino ou Silva Peneda.

Henrique Chaves, que foi ministro adjunto de Pedro Santana Lopes quando este foi primeiro-ministro em 2004 e cuja demissão precipitou então a queda do Governo, também faz parte da Comissão de Honra de Rui Rio. Graça Carvalho e Montalvão Machado, que integraram também o XVI Governo Constitucional, estão agora na lista de 'honra' do adversário do antigo chefe de Governo.

O presidente dos Autarcas Sociais Democratas, Álvaro Amaro, o ex-secretário-geral dos TSD, Arménio Santos, e os antigos assessores de Cavaco Silva Suzana Toscano e Carlos Blanco Morais, bem como o seu antigo chefe da Casa Civil, Nunes Liberato, são outros dos nomes desta Comissão de Honra.

Fazem ainda parte deste órgão personalidades como o antigo presidente do grupo parlamentar do PSD Guilherme Silva, os antigos secretários de Estado Jorge Neto, José Amaral Lopes, Feliciano Barreiras Duarte e Manuel Castro Almeida.

A Comissão de Honra de Rui Rio será apresentada formalmente na quarta-feira, pelas 18:30, num hotel em Lisboa, numa iniciativa em que estará também presente o mandatário nacional da candidatura, Nuno Morais Sarmento.

O PSD escolherá o seu próximo presidente em 13 de janeiro em eleições diretas, com Congresso em Lisboa entre 16 e 18 de fevereiro.

Até agora, anunciaram-se como candidatos à liderança do PSD o antigo presidente da Câmara do Porto Rui Rio e o antigo primeiro-ministro Pedro Santana Lopes.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.