Os deputados do PCP, que apresentaram o texto da resolução, e os do BE, de "Os Verdes" e o parlamentar único do PAN votaram a favor da iniciativa.

O deputado comunista Francisco Lopes reiterou hoje a exigência de aumento do Salário Mínimo Nacional (SMN) para 650 euros mensais em janeiro do próximo ano, como forma de dinamizar a economia e de subir as receitas da Segurança Social.

O parlamentar do PCP referiu que "um salário mínimo de 600 euros (previsto para 2019), 534 euros líquidos, é um valor que em vastas zonas das áreas metropolitanas não dá para alugar uma casa e em algumas zonas nem sequer dá para alugar um quarto".

A oposição PSD/CDS-PP e o partido do Governo, o PS defenderam a importância das negociações em sede de concertação social, entre o executivo, as organizações patronais e as sindicais, com democratas-cristãos e sociais-democratas a acusarem os comunistas de protagonizarem uma mera "encenação".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.