Segundo o Cometlis, estes elementos, com idades entre 27 e 35 anos, faziam parte de um "grupo altamente organizado" com "uma hierarquia bem definida". A droga era proveniente da América do Sul (Venezuela) e o transporte efetuado por via aérea em voos comerciais.

"Constatou-se que o grupo abastecia, através de outros colaboradores, parte da Área Metropolitana de Lisboa, em concreto os concelhos de Odivelas, Loures, Lisboa e Amadora. Além destes locais, o grupo tem ligações, no que respeita à distribuição do produto estupefaciente, à zona norte e centro do país", refere o Cometlis.

A investigação durava há cerca de um ano e, de acordo com o comandante da Divisão Policial de Loures, Jorge Resende da Silva, dois dos suspeitos "são funcionários do aeroporto" e foram detidos em flagrante delito.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.