Numa nota hoje divulgada, a PSP referiu que a mulher, de 42 anos, e o homem, de 47, foram acusados dos crimes de associação criminosa, auxílio à imigração ilegal, lenocínio e tráfico de pessoas.

“Os suspeitos lideravam uma rede de prostituição de mulheres de origem asiática, que trabalhavam em parcas condições”, informou a PSP.

No âmbito da investigação criminal, que decorria há um ano, foram realizadas duas buscas domiciliárias, durante as quais foram apreendidos material informático - nomeadamente computadores -, 20 telemóveis, documentação diversa e mais de 18 mil euros.

Os detidos têm antecedentes criminais pela prática de crimes semelhantes e foram ouvidos em primeiro interrogatório judicial, tendo o homem ficado em prisão preventiva e a mulher sujeita a apresentações bissemanais às autoridades.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.