Segundo a PSP, "o crime ocorreu na sequência de uma desavença familiar, tendo o seu autor provocado a morte a um animal de companhia - canídeo - através de uma arma branca, no interior da sua residência".

"Após reportada a denúncia destes factos, os agentes da Divisão Policial do Funchal deslocaram-se ao local da ocorrência tendo procedido à detenção do cidadão em causa, dadas as evidências e provas materiais colhidas no local", refere o comunicado.

O homem foi hoje presente a tribunal para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.

A PSP relembra que, de acordo com o Código Penal vigente, infligir dor, sofrimento ou quaisquer outros maus tratos a animais de companhia podem resultar na aplicação de penas de prisão entre um a dois anos, de acordo com a gravidade e extensão dos danos físicos produzidos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.