O número de casos de contágio aumentou em 1.871, para um total de 279.856.

O Reino Unido é o país com o segundo maior número de mortes a nível mundial, atrás do EUA, e o primeiro na Europa.

De acordo com estatísticas e números oficiais, o balanço já chegou às 50.000 mortes, se forem incluídos casos suspeitos de pessoas que não foram testadas.

Hoje, durante o debate semanal na Câmara dos Comuns, o primeiro-ministro, Boris Johnson, assumiu “total responsabilidade” e manifestou “orgulho” nos resultados do governo no combate à pandemia de covid-19.

"Se olhar para o que atingimos, é considerável: protegemos o NHS [serviços de saúde públicos], fizemos descer a taxa de mortalidade, assistimos a menos hospitalizações. Acredito que as pessoas percebem que, com o bom senso comum britânico, vamos continuar a derrotar este vírus”, disse.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 380 mil mortos e infetou quase 6,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,7 milhões de doentes foram considerados curados.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.