Segundo noticia o Jornal de Notícias, a GNR já concluiu o relatório final sobre o acidente na A1, em dezembro de 2020, que provocou a morte da cantora Sara Carreira. O documento que foi entregue ao Ministério Público de Santarém aponta para a responsabilidade de Ivo Lucas, namorado da vítima mortal, que seguia em excesso de velocidade.

O mesmo relatório imputa condutas negligentes ao condutor do Wolkswagen Passat que se despistou minutos antes do embate fatal, assim como à fadista Cristina Branco, que bateu com o Volvo V40 nas traseiras do Passat.

O documento entregue há cerca de um mês pelo Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação (NICAV) da GNR de Santarém contém várias diligências e perícias que apontam para um excesso de velocidade do Range Rover, conduzido por Ivo Lucas. Segundo o relatório, no momento do acidente já não chovia e havia margem para evitar o embate, caso a viatura não seguisse em excesso de velocidade. Assim, e segundo refere o JN, o cantor e namorado da vítima foi constituído arguido por homicídio negligente.

Em relação aos outros dois condutores de viaturas acidentadas, o relatório imputa-lhes responsabilidade por não terem sinalizado o acidente atempadamente, o que contribuiu para que o carro onde seguia a viatura que transportava Sara Carreira tivesse menos visibilidade. No entanto, este facto não diminui a responsabilidade de Ivo Lucas, uma vez que após o embate da fadista Cristina Branco no Passat, 10 carros conseguiram passar por aquela zona e evitar o embate.

O documento entregue pela GNR vai agora ser analisado pelo Ministério Público que poderá deferir uma acusação.

Sara Carreira, filha do músico Tony Carreira,  morreu no dia 5 de dezembro ao fim da tarde, vítima de um acidente de viação, que envolveu quatro veículos ligeiros na Autoestrada (A1), entre os nós de Santarém e do Cartaxo.

O acidente causou a morte da jovem de 21 anos, cujo óbito foi declarado no local, e três feridos, um dos quais o namorado de Sara Carreira, o cantor e ator Ivo Lucas, com alguma gravidade.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.