Poucos dias após as reuniões de líderes europeus celebradas no Porto — Cimeira Social, Conselho Europeu informal e reunião de líderes UE-Índia -, os titulares da pasta de Assuntos Europeus começam já hoje a preparar a próxima reunião magna, que o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, decidiu no domingo ‘ampliar’ para dois dias – inicialmente convocara a cimeira apenas para 25 de maio, mas afinal os trabalhos terão início na véspera, ao início da noite.

A agenda do próximo Conselho Europeu é consagrada ao combate à pandemia da covid-19 — antecipando-se nova discussão sobre a questão da suspensão das patentes das vacinas contra a covid-19 -, às relações com a Rússia, às alterações climáticas e ainda à revisão do Acordo de Comércio e Cooperação com o Reino Unido, sendo este último ponto novo na ordem de trabalhos.

Além de começarem a preparar os trabalhos daquele que será o penúltimo Conselho Europeu durante a presidência portuguesa, que termina no final de junho, poucos dias após a cimeira agendada para 24 e 25 de junho, os governantes responsáveis pelos Assuntos Europeus vão hoje voltar a discutir a coordenação na resposta à pandemia, designadamente ao nível da campanha de vacinação, do trabalho em curso para a adoção do certificado verde digital para facilitar a livre circulação e das restrições de viagens a países terceiros.

Entre outros pontos na agenda de hoje, Zacarias dará conta aos seus homólogos do ponto da situação da Conferência sobre o Futuro da Europa, formalmente inaugurada no domingo, numa cerimónia no Parlamento Europeu, em Estrasburgo, na qual participou o primeiro-ministro António Costa, copresidente do fórum, na condição de presidente em exercício do Conselho da UE.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.