"Temos informação de que o exército russo está a executar soldados que se negam a seguir ordens", disse o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, John Kirby, durante um briefing à imprensa.

"Também temos informação de que os comandantes russos estão a ameaçar executar unidades inteiras se tentarem se retirar do fogo de artilharia ucraniano", acrescentou. "É condenável".

Kirby não deu mais detalhes ao ser questionado sobre as supostas execuções ou como os Estados Unidos tinham obtido a informação.

Refira-se que a Rússia tem intensificado os ataques perto da cidade de Avdiivka, na região leste de Donetsk, na Ucrânia, e na cidade nordeste de Kupyansk numa tentativa de avançar no terreno antes do inverno no hemisfério norte.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.