Muitas pessoas estão ainda desaparecidas, indicaram os serviços de emergência citados pelas agências.

O anterior balanço dava conta de 48 mortos e 27 desaparecidos, muitos dos quais crianças.

Espera-se que hoje à tarde esteja concluída a primeira etapa dos trabalhos de busca e salvamento no local do acidente, indicou o ministro das Situações de Emergência russo, Vladimir Puchkov.

Nos hospitais de Kemerovo, continuam hospitalizadas 12 pessoas, e outras 36 receberam assistência em ambulatório.

O fogo teve origem num dos cinemas situados no quarto e último andar do centro comercial, e dali se propagou a todo o edifício.

Segundo informou hoje o centro de crise, duas das salas de cinema abateram por causa do incêndio.

Em vídeos gravados por testemunhas durante a noite, viam-se visitantes do centro comercial a saltar pelas janelas para fugir às chamas.

De acordo com investigações preliminares, o alarme anti-incêndios do edifício não foi acionado, pelo que as pessoas que ali se encontravam só se aperceberam do fogo quando um fumo denso invadiu o centro.

As equipas de bombeiros demoraram mais de seis horas a controlar as chamas que alastraram a uma superfície de 1.500 metros quadrados.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.