Os números traduzem um aumento de mais de 1.000 infeções face aos valores diários notificados no início de setembro. No entanto, esta foi a primeira vez nos últimos cinco dias em que o número de mortos ficou abaixo de uma centena.

O comité governamental criado na Rússia para gerir a resposta à pandemia provocada pelo novo coronavírus esclareceu que entre os novos contágios, 22,7% são assintomáticos. Em termos regionais, Moscovo continua a ser o maior foco da doença, ao concentrar 860 novas infeções e 13 mortes, elevando o número total de casos letais na capital russa para 5.057, com 276.493 casos confirmados.

O país ultrapassou já os 1,1 milhões de casos, ocupando o quarto lugar a nível mundial, apenas atrás de Estados Unidos da América, Índia e Brasil. O total acumulado de óbitos associados à covid-19 na Rússia ascende já a 19.418.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 953.025 mortos e mais de 30,5 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.