Está a circular um vídeo nas redes sociais, colocado pelas forças armadas de Moscovo, de acordo com a agência noticiosa russa Meduza, que mostra a detenção de dois soldados russos que se recusaram a lutar contra a Ucrânia.

O vídeo começa por mostrar um comandante junto a várias dezenas de soldados e posteriormente dois deles são chamados junto ao superior. Ambos são informados que foi aberto um processo criminal contra eles e são encaminhados para um carro, depois de serem detidos.

Esta recusa implica uma punição na forma de prisão entre dois a três anos.

Segundo a Meduza, este incidente terá ocorrido na região de Belgorod, na Rússia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.