“A Itália não está disposta a aceitar todos os imigrantes que chegam à Europa”, afirmou o ministro Matteo Salvini, numa mensagem na rede social Facebook, acompanhada da missiva enviada ao seu homólogo francês, Christophe Castaner.

“A França e a Alemanha não podem decidir as políticas migratórias e ignorar as exigências dos países mais expostos como nós e Malta”, acrescentou o ministro, líder da extrema-direita, enquanto a Europa se divide sobre a política de acolhimento de migrantes.

Reunidos em Helsínquia, na passada quinta-feira, os ministros do Interior da União Europeia não alcançaram um entendimento sobre um “mecanismo de solidariedade” que coloque fim aos barcos repletos de migrantes resgatados no Mediterrâneo central e que são impedidos de desembarcar.

Uma nova reunião será realizada na segunda-feira, em Paris, entre ministros dos Negócios Estrangeiros e do Interior de 15 países.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.