O anterior porta-voz do Governo norte-americano, Sean Spicer, tinha-se demitido previamente das funções, agudizando a crise interna que vive a administração de Donald Trump.

Uma fonte citada pela agência de notícias norte-americana Associated Press indicou que Spicer se demitiu porque está contra a nomeação de Scaramucci, 53 anos, para diretor de comunicação da Casa Branca.

O anterior diretor de comunicação da Casa Branca, Mike Dubke, demitiu-se do cargo em maio, após semanas de especulações sobre a possibilidade de alterações na estratégia comunicativa do Governo devido à polémica investigação russa.

Sean Spicer, porta-voz da administração Trump, demite-se
Sean Spicer, porta-voz da administração Trump, demite-se
Ver artigo

Dubke trabalhou estreitamente com o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, o rosto público do Governo e alvo frequente de críticas pela sua abrupta comunicação com os jornalistas acreditados na Casa Branca.

Sean Spicer tem estado no centro de várias polémicas e ganhou protagonismo logo na primeira conferência de imprensa da era Trump, um dia depois da tomada de posse (a 20 de janeiro deste ano).

Diante de uma plateia de jornalistas, Spicer acusou os ‘media’ de terem mentido, sobre a fraca adesão pública à cerimónia, e garantiu que esta teve a maior assistência de uma tomada de posse “de sempre”.

Em sua defesa iria surgir outra figura próxima do círculo de Trump, a conselheira e ex-gestora da campanha presidencial Kellyanne Conway, que afirmou então que Spicer não forneceu informações falsas, mas sim “factos alternativos”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.