Tudo começou em 1912, um ano após o Tenente Álvaro Machado ter fundado em Macau o primeiro Grupo de Escoteiros em terras portuguesas. Nesse ano, Lisboa viu nascer o primeiro Grupo de Escoteiros do continente português e um ano depois, em 1913, surge a Associação dos Escoteiros de Portugal [AEP] fundada pelos três primeiros Grupos de Escoteiros da capital.

Em 1920, a AEP assegurou a participação no 1º Jamboree Mundial [acampamento internacional] que decorreu em Londres, através da presença de vários escoteiros. A Associação dos Escoteiros de Portugal iniciou, deste modo, a sua representação oficial e a participação em diversos eventos escotistas internacionais. Este feito mereceu a atenção do fundador do movimento que visitou Portugal em 1929 e 1934.

“Desde a sua fundação que a AEP foi alheia a credos religiosos e partidarismos políticos, mesmo no período de 1936 até ao 25 de Abril de 1974, uma época em que a Associação sofreu pressões e perseguições pelo governo da época por ser considerada indesejável. Pretendia-se com a extinção da AEP o reforço da Mocidade Portuguesa, movimento obrigatório e que nada tinha a ver com o método, os princípios e as finalidades do Escotismo”, refere Miguel Gonzalez, Escoteiro-Chefe Nacional da Associação dos Escoteiros de Portugal.

“Esta postura de neutralidade permitiu posicionar o movimento num lugar de destaque em termos de diversidade cultural, política e religiosa. Os nossos 150 grupos espalhados por todo o Continente e Regiões autónomas são um retrato da nossa aposta na promoção da multiculturalidade”, conclui.

A anteceder esta celebração, os Escoteiros de Portugal realizaram o 25º Acampamento Nacional da sua história, que decorreu de 29 de julho a 3 de agosto, no qual contaram com a presença de mais de 2300 escoteiros, não só portugueses, mas também de países como Ucrânia, Israel, Luxemburgo, Bélgica, França e São Tomé.

No acampamento receberam também a visita do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, com uma ligação de proximidade aos Escoteiros de Portugal através do seu pai, antigo Dirigente desta associação.

Os Escoteiros de Portugal são a mais antiga organização juvenil portuguesa e contam com mais de 13 mil jovens em cerca de 150 unidades locais espalhadas por todo o Continente e Regiões Autónomas. Mais de 300 mil pessoas já foram escoteiras em Portugal.

(Notícia corrigida às 12h24: corrige-se a data de início da AEP)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.