Roberto Wagner Fernandes, que morreu num acidente de avião no Paraguai em 2005, é o principal suspeito de matar três mulheres cujos corpos foram encontrados em Miami entre 2000 e 2001, segundo revelou o Gabinete do Xerife do Condado de Broward, no sudeste da Florida.

A primeira vítima foi Kimberly Dietz-Livesey, cujo corpo foi encontrado dentro de uma mala em junho de 2000. Dois meses depois, o corpo de outra mulher, Sia Demas, foi encontrado dentro de uma mochila à beira de uma estrada. Uma terceira vítima, Jessica Good, foi esfaqueada até a morte — o corpo foi encontrado a flutuar na Baía de Biscayne, em Miami, em agosto de 2001.

Depois de se tornar suspeito do assassinato de Good, Fernandes fugiu para o Brasil, que não tem tratado de extradição com os Estados Unidos.

No entanto, o brasileiro, que viveu em Miami nos anos 90 e no início dos anos 2000, pode ser responsável por outros assassinatos. "Acredito que existam outros casos por aí — faz parte da nossa investigação em curso", disse o detetive do condado de Broward, Zachary Scott.

A polícia informou que Fernandes foi acusado no Brasil pelo assassinato da sua esposa em 1996, mas foi absolvido e mudou-se para Miami, onde trabalhou como comissário de bordo e motorista de autocarros de turismo.

Em 2011, os investigadores conseguiram comparar o DNA e as impressões digitais do assassinato de Good aos homicídios de Dietz-Livesey e Demas no condado de Broward, o que levou a que as buscas pelo paradeiro de Fernandes fossem retomadas.

Depois de saber que Fernandes, um piloto com licença, teria morrido num acidente de avião em 2005 enquanto voava do Brasil para o Paraguai, as autoridades iniciaram uma procura pelo túmulo do brasileiro.

"Tivemos que confirmar se a morte era real ou não", explicou o sargento Nikoli Trifonov. "As pessoas podem fingir a sua morte, especialmente depois de cometer um homicídio", conta.

Os restos mortais de Fernandes foram exumados há vários meses e as autoridades norte-americanas conseguiram ligar de forma conclusiva o seu DNA aos três assassinatos na Florida.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.