Fernando Parreira falava à agência Lusa a propósito da reunião negocial em que o SITE participou na Administração Central dos Serviços de Saúde e que se traduziu num impasse, razão pela qual os enfermeiros estão dispostos a avançar para formas de luta, designadamente a greve, que a ocorrer será em julho.

Por outro lado, o presidente do SITE e outros membros da sua direção reuniram-se hoje à tarde com a bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, para analisar o documento que altera a carreira de enfermagem, diploma que, no entender de Fernando parreira, "não serve, nem dignifica os enfermeiros portugueses".

No encontro com Ana Rita Cavaco, os dirigentes do SITE comunicaram à bastonária de vão pedir aos diversos grupos parlamentares que apreciem também o documento que não agrada nem à Ordem nem aos sindicatos.

O SIPE e alguns outros sindicatos do setor estão a efetuar um périplo de reuniões para debater a carreira de enfermagem, depois de ter sido publicado em Diário da República, em 27 de maio, o diploma do Governo que estabelece o regime da carreira especial de enfermagem e o regime da carreira de enfermagem, promulgado pelo Presidente da República, o qual é igual ao que esteve em consulta pública, sem contemplar qualquer das sugestões de regulação que a Ordem enviou, no âmbito da sua pronúncia.

Na quinta-feira foi tornado público que os sindicatos que integram a Federação Nacional dos Sindicatos dos Enfermeiros (FENSE), de que o SIPE faz parte, admitem voltar à greve, após uma reunião com representantes dos ministérios da Saúde e das Finanças e dos hospitais EPE ter resultado em "impasse" negocial.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.