Numa nota, o CDSJ considera que a publicação diária de terça-feira "ultrapassa as regras de direito à reserva da privacidade, incluindo das figuras públicas, a que os jornalistas estão obrigados - em particular nas fotografias que edita".

O organismo deontológico "apela aos jornalistas e às chefias e editorias das redações dos órgãos de comunicação social no sentido de que os trabalhos jornalísticos por si elaborados ou editados respeitem o direito à privacidade a que têm direito todos os cidadãos e também as figuras públicas".

Na referida reportagem, o Correio da Manhã reproduziu fotografias do líder do maior partido da oposição a empurrar a sua mulher, que sofre de doença oncológica, numa cadeira de rodas, durante as férias, em Manta Rota, Algarve, bem como na companhia de uma filha.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.