"Um edifício que abrigava um hospital apoiado pela MSF foi integralmente destruído nesta segunda-feira, certamente por aviões russos, em Hadiyé, localidade ao sul de Maaret al-Numan", indicou o OSDH.

Os bombardeamentos também deixaram dezenas de feridos, segundo a ONG. Um porta-voz da Médicos Sem Fronteiras em Paris confirmou que "um hospital apoiado pela MSF foi alvo de bombardeamentos aéreos" na região de Maaret al-Numan, 280 km a norte de Damasco.

O porta-voz não adiantou um balanço de vítimas. A MSF ajuda 150 hospitais na Síria.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.