As autoridades disseram que está a dissipar-se a esperança de encontrar sobreviventes entre os 97 desaparecidos em dois dias de chuvas torrenciais e deslizamentos de terras nas regiões oeste e sul. Mais de 100 mil pessoas foram deslocadas.

As Nações Unidas informaram que estão a prestar assistência nos esforços de socorro em resposta a um apelo do Governo.

Apesar de o tempo ter melhorado, mais chuvas estão previstas para hoje e segunda-feira.

Os deslizamentos de terras são comuns no Sri Lanka durante a estação das monções, atendendo à deflorestação, que deixa o solo incapaz de absorver a água.

A forte precipitação registada nos últimos dias no Sri Lanka, país normalmente afetado por chuvas durante a época das monções (que atinge o sul da Ásia no período do verão), surge após vários meses de seca.

Em finais do ano passado, o Sri Lanka foi atingido pela pior seca da última década, com cerca de 713.000 pessoas afetadas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.