“Ainda faltam chegar alguns testes, até ao momento nós temos 64 utentes positivos e 14 colaboradores”, disse o provedor, António Caldeira Valente.

De acordo com o responsável, a SCMN tem nesta altura um total de 107 utentes e 105 colaboradores, estando os utentes infetados “isolados” e “separados” dos restantes, numa ala daquela instituição.

“Os utentes estão bem, há um ou outro mais debilitado, mais idoso, mas o estado de saúde deles é razoável”, disse.

Segundo António Caldeira Valente, o surto foi detetado na terça-feira, após testagem efetuada a pedido da SCMN e na sequência de terem surgido infetadas duas funcionárias.

O provedor da SCMN, que garantiu que são efetuados testes na instituição de “15 em 15 dias”, pelo menos “há dois meses” e por iniciativa daquela misericórdia, acrescentou ainda que são aguardados resultados de mais testes.

“Nós temos o plano de contingência ativado e estamos a ser apoiados pela Segurança Social, delegação de saúde e pela câmara municipal”, disse.

“O que se exige agora aqui é muita tranquilidade e serenidade, porque isto não se resolve com pânicos, vamos com calma”, acrescentou.

De acordo com o relatório publicado hoje pela ULSNA, o distrito de Portalegre conta com um total de 53 mortes associadas à covid-19 desde o início da pandemia.

No documento, é referido que o distrito regista 685 casos ativos, 1.307 casos recuperados e 33 pessoas internadas nas unidades hospitalares da região.

A lista de casos ativos é liderada pelo concelho de Portalegre, com 164 casos. Seguem-se Elvas e Nisa, com 110 casos ativos cada, Marvão (75), Castelo de Vide (49), Crato (41), Alter do Chão (26), Gavião (24), Monforte (22), Avis (18), Ponte de Sor (13), Campo Maior (12), Fronteira e Sousel com 10 casos ativos cada.

O concelho Arronches não apresenta hoje qualquer caso ativo.

A ULSNA, que sublinha que os dados correspondem ao apuramento das últimas 24 horas e que os mesmos são correspondentes aos apurados por laboratórios públicos, indica ainda que foram feitos até hoje 36.574 testes de diagnóstico no distrito.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.718.209 mortos resultantes de mais de 77,9 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 6.254 pessoas dos 378.656 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.