Federer, de 41 anos, garantiu que “a ideia” é voltar em pleno em 2023, com o tenista afastado da competição devido a problemas físicos desde que foi eliminado nos quartos de final de Wimbledon em julho de 2021, pelo polaco Hubert Hurkacz.

"Como e quando, ainda não sei, mas é essa a ideia. Ainda não tenho planos para além da Taça Laver e Basileia. É importante para mim voltar a estar em forma e treinar no meu melhor. Assim que conseguir isso, poderei escolher quantos torneios vou jogar e onde”, disse, em declarações ao jornal suíço Tages-Anzeiger.

O tenista, vencedor de 20 torneios do ‘Grand Slam’, deixou ainda elogios a Rafa Nadal, que conquistou o torneio de Roland Garros pela 14.ª vez, aumentando o recorde com o 22.º título do ‘Grand Slam’.

“É inacreditável o que Rafa conseguiu. O recorde de Pete Sampras, que eu bati, foi de 14 títulos do Grand Slam, e ele já tem 22. Rafa já ganhou 14 vezes Roland Garros. É inacreditável. Estou muito feliz por ele o ter feito. Tiro-lhe o meu chapéu”, acrescentou.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.