"Apesar do esforço que está a ser desenvolvido, as limitações de frota mantêm-se", justifica a empresa em comunicado, sem adiantar mais pormenores.

Esta semana, a Transtejo já teve de recorrer a uma embarcação que habitualmente não faz aquele percurso e que demora cerca de 45 minutos a fazer a travessia do Tejo entre o Montijo e o Cais do Sodré, quando as embarcações utilizadas normalmente demoram apenas 30 minutos a fazer aquela ligação entre o Montijo e Lisboa.

Os problemas nas ligações fluviais Montijo/Cais do Sodré estão a provocar grande descontentamento dos utentes, que reclamam uma melhoria do serviço assegurado pela Transtejo, dado que a empresa não tem tido embarcações suficientes para responder à procura nas horas de ponta.

Para minimizar o problema, a exemplo do que já fez noutras ocasiões, na próxima segunda-feira a Transtejo vai reforçar as ligações fluviais com transporte de autocarros entre o Montijo e o Cais do Sodré, entre as o7:30 e as 9:30, e, no sentido inverso, entre as 17:30 e as 19:30.

A agência Lusa tentou contactar a Transtejo, mas não foi possível em tempo oportuno.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.