“Dois veículos do contingente do Chade das ONU, durante uma patrulha de rotina, rolaram sobre minas. Há três mortos e três feridos graves”, afirmou Olivier Salgado, porta-voz da missão Minusma em Aguelok, cidade no norte do Mali.

Segundo este responsável, na sequência deste incidente foram enviados reforços para aquela zona do Mali, que conta com cerca de 13 mil soldados.

O Mali é palco de uma crise multifacetada desde 2012 e que já fez milhares de mortos e centenas de milhares de deslocados.

Apresar do acordo de paz assinado em 2015 com os rebeldes separatistas no norte, o país continua sob a presa de grupos jihadistas, de tensões intercomunitárias, fomentadas e ventiladas por esses mesmos grupos que exercem tráfico de influências que acabam por comprometer a autoridade do Estado.

A violência tem-se espalhado do norte para o centro do Mali e para os vizinhos do Niger e do Burkina Faso.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.