De acordo com a mesma fonte, o alerta para a explosão foi dado às 16:31 e para o local foram mobilizadas três Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação (VMER), dos hospitais de Loures, Santa Maria e Amadora.

Cerca das 17:30, a mesma fonte não conseguiu precisar o sexo e idade das três vítimas, que ficaram queimadas e ainda estavam a ser assistidas no local.

De acordo com o comandante dos Bombeiros Voluntários da Amadora, a explosão terá resultado de uma fuga de gás de uma das garrafas que existia dentro da habitação, um primeiro andar de um prédio.

Segundo a mesma fonte, o apartamento ficou parcialmente destruído, não tendo condições de habitabilidade, estando a ser avaliadas as restantes habitações do prédio.

De acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Lisboa, no local da explosão estão nove veículos apoiados por 21 operacionais, do INEM, Bombeiros Voluntários da Amadora, Polícia de Segurança Pública (PSP) e Proteção Civil da Amadora.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.