A Nazaré recebeu os prémios de maior onda surfada, pelo brasileiro Rodrigo Koxa, e ‘wipeout’ (queda) do ano, por Andrew Cotton.

Na cerimónia, foi revelado que o recorde mundial da maior onda surfada, que pertencia a Garreth McNamara, foi batido pelo brasileiro Rodrigo Koxa, com uma onda 24,38 metros de altura, surfada a 08 de novembro de 2017.

Uma dimensão superior em 61 centímetros à onda que McNamara venceu em 2011. O local é que é o mesmo: a Praia do Norte, na Nazaré, Centro de Portugal. Na mesma categoria ("XXL Biggest Wave Award"), estavam nomeadas outras ondas surfadas no mesmo "spot", pelo australiano Ross Clarke-Jones, pelo francês Benjamin Sanchis e pelo alemão Sebastian Steudtner.

A queda do ano (‘Wipeout'), igualmente premiada, aconteceu também no mesmo local, e precisamente no mesmo dia 08 de novembro. O autor foi o britânico Andrew Cotton. Nesta categoria, o mexicano Owen Schultz estava também nomeado por uma queda na Nazaré.

A Praia do Norte estava nomeada este ano ainda em outras categorias. Na categoria "Ride of the Year" ("Melhor Onda"), recebeu nomeações com ondas do australiano Ross Clarke-Jones e do alemão Sebastian Steudtner. E na categoria "Paddle", estava nomeada com uma onda do brasileiro Lucas Chianca. Um total de nove nomeações, que voltam a colocar o Canhão da Nazaré como um destino único para o surf mundial.

"Estes prémios e nomeações vêm consolidar a importância do Centro de Portugal como destino internacional de excelência para a prática de surf. Além das ondas gigantes da Nazaré, Peniche, que acolhe uma etapa do campeonato mundial, apresenta das ondas tubulares mais perfeitas que se podem encontrar e a Figueira da Foz oferece a onda direita mais comprida da Europa", refere a Turismo do Centro.

A Entidade Regional dirigida por Pedro Machado considera que as qualidades destas praias são "razões mais do que suficientes para se considerar a costa atlântica do Centro de Portugal como a melhor da Europa para a prática da modalidade".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.