As medidas decretadas por Kiev afetam a rede social VKontatke (VK), conhecida como o "Facebook russo", que tem mais de 15 milhões de usuários ucranianos, assim como a rede Odnoklassniki e o portal Mail.ru.

As três empresas são controladas pelo magnata russo Alisher Usmanov.

As sanções apontam também contra o grupo Yandex, que tem cotação na Bolsa de Nova Iorque, proprietário de uma famoso motor de busca que desenvolveu vários serviços (agregador de textos da imprensa, cartografia).

O acesso aos serviços estão bloqueados, os ativos das empresas na Ucrânia foram congelados e as operações comerciais e financeiras limitadas.

As medidas adotadas pelo presidente Petro Poroshenko, que também afetam a empresa de segurança cibernética Kaspersky Lab, ampliam as que foram adotadas contra Moscovo desde a anexação da Crimeia em março de 2014, prelúdio de um conflito no leste do país que deixou mais de 10 mil mortos em três anos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.