O espécime — a maior cobra venenosa do mundo — ficou preso dentro de um tubo de drenagem estreito e escuro perto de uma zona comercial em Krabi, uma província turística no sul do país.

Segundo a Fundação Krabi Pitakpracha, responsável pelo salvamento, o resgate durou uma hora já que a cobra teve de ser puxada pela cauda numa tubagem de 30 metros. As imagens da captura mostram um homem a perseguir o espécime.

Um segurança da localidade foi quem alertou o grupo de resgate no domingo. "Sete equipas de resgate, incluindo eu, fomos ao local", disse Kritkamon Kanghae, de 26 anos, acrescentando que a cidade foi construída em terrenos onde antes havia uma selva.

Kritkamon disse que a cobra tinha mais de quatro metros de comprimento, pesava 15 quilos e foi a terceira mais longa que o grupo de resgate encontrou. A cobra foi mais tarde libertada numa reserva florestal.

A Tailândia é casa de milhares de répteis e várias espécies de cobra são nativas do país, sendo que estas se tornaram numa dor de cabeça para os moradores de Banguecoque, a capital, onde o corpo de bombeiros responde com frequência a chamadas de moradores alarmados.

As autoridades, porém, têm alguma relutância em livrar-se destes répteis porque ajudam a controlar as populações de ratos, que ameaçam as plantações e as reservas de alimentos. As cobras-reais, no entanto, alimentam-se principalmente de outras cobras.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.