Em comunicado, o clube considera que a antecipação decidida pela Liga “no dia de ontem [quarta-feira], às 18:00″, para a alteração do jogo frente ao Cova da Piedade, em jogo da 38.ª e última jornada, importante para a manutenção da equipa na II Liga, é uma “atitude deplorável do departamento de competições da Liga”.

De acordo com o União da Madeira, esta mudança da Liga “prejudica” a sua equipa, “pois sabia antecipadamente da dificuldade de obtenção de voos e mesmo assim decidiu alterar a data e hora oficial do jogo, previamente agendado para o dia 13 deste mês”.

O União da Madeira informou ainda que “a administração diligenciou junto do Senhor Presidente da FPF, do Sr. Representante da República na Madeira e do Sr. Vice-Presidente do Governo Regional da Madeira, a obtenção dos seus bons ofícios, sensibilizando a TAP para a necessidade de encontrar uma solução que permita que o União da Madeira possa viajar para o continente”.

O jogo estava originalmente marcado para o próximo domingo, pelas 16:00, tendo disso mesmo a Liga dado conta, na passada terça-feira ao clube madeirense, através de e-mail.

Contudo, a Liga decidiu alterar os jogos, por alegadamente os clubes com equipas B não quererem que estas jogassem nos mesmos dias que as suas equipas principais, segundo fonte do União da Madeira.

Para já, não há voo disponível para que a comitiva madeirense chegue a tempo do jogo de sábado no Estádio Municipal José Martins Vieira, na Cova da Piedade, Almada.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.