Segundo uma nota de imprensa da Comissão Europeia, as empresas que queiram operar na China têm que permitir a detenção ou uso dos direitos sobre a sua tecnologia a entidades chinesas, ficando impossibilitadas de negociar acordos livremente nos termos do mercado.

Para a UE, esta imposição chinesa colide com os direitos básicos das empresas garantidos pelas regras da OMC, nomeadamente no que respeita aos direitos de propriedade intelectual.

A queixa de Bruxelas tem como alvos específicos a regulação chinesa sobre a importação e exportação de tecnologia e ainda as condições para as ‘joint-ventures’ (parcerias comerciais).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.