Em comunicado, o conselho de administração do Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental (CHLO) dá conta de já ter recebido a autorização necessária do gabinete do secretário de Estado do Orçamento para a concessão de exploração da Unidade de Cogeração (para fornecimento de energia térmica) do Hospital de São Francisco Xavier, contemplando as orientações técnicas das Entidades Nacionais de Saúde.

O valor total do contrato, para quatro anos, ascende a cerca de um milhão de euros, especifica o comunicado.

“Este investimento permite reformular a Central de Cogeração, segundo orientações da DGS [Direção-Geral da Saúde] e INSA [Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge], de modo a minimizar o risco ambiental no Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental”, refere o conselho de administração.

No ano passado, um surto de legionela no Hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa, infetou 59 pessoas, cinco das quais morreram.

Os técnicos que investigaram o surto encontraram deficiências na manutenção das torres de arrefecimento e condições de conservação propícias ao desenvolvimento de bactérias.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.