Segundo o The Guardian, os resultados finais dos testes da vacina da Moderna contra a covid-19 confirmam que esta tem 94,1% de eficácia e ninguém vacinado desenvolveu doença grave, segundo a empresa.

Assim, dá-se agora início ao processo de aprovação com reguladores em todo o mundo. A farmacêutica Moderna afirmou que vai solicitar à Food and Drug Administration (FDA), organismo que regula o sector dos medicamentos nos EUA, uma autorização para o uso da sua vacina contra a covid-19 em situações de emergência.

A eficácia e a segurança demonstrada pela vacina – que suscitou efeitos secundários temporários semelhantes a sintomas de gripe – cumprem os requisitos da agência norte-americana, para uma autorização de uso de emergência ainda antes de toda a fase de testes estar concluída.

A Agência Europeia do Medicamento também já manifestou abertura para autorizar o uso do fármaco.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.