O artesanato com maior destaque em Vagos é a cerâmica, comprovado pelo sucesso da vizinha Vista Alegre. Poderá também encontrar trabalhos em cestaria, esteiras e miniaturas de moinhos.

Na Praia da Vagueira pode assistir-se, ainda hoje, à arte de pesca costeira artesanal conhecida como a “Arte Xávega”, ainda que no presente sejam usados métodos e equipamentos mais modernos.

A gastronomia de Vagos alude à ligação do concelho ao mar, à ria e à terra. Caldeiradas de peixe, escabeches e as típicas fritadas de peixe chegam à mesa depois de os peixes serem apanhados pelas redes de pesca da Xávega. E apesar da Ria de Aveiro ser fonte de vários mariscos, o prato mais popular é a caldeirada de enguias.

"Fora da água", prove pratos como os assados de coelho, a chanfana de carneiro na caçoila de barro, as papas de abóbora, os rojões, as sainhas, o sarrabulho ou o leitão à Bairrada.

De notar ainda que Vagos alberga duas Confrarias, a "As Sainhas" e a "Sabores de Abóbora".

Se quiser ficar uns dias, sugerimos a Quinta do Éden.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.