Fonte do Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da Polícia de Segurança Pública explicou à agência Lusa que Clemente Alves foi detido por resistência e coação sobre funcionário, por “não obedecer às ordens e resistir” a abandonar o local.

“Os agentes policiais tentaram que o vereador abandonasse o local, mas este tratou mal um polícia, desobedeceu às ordens e resistiu. Foi detido e levado para a esquadra do Estoril”, indicou à Lusa o Cometlis, acrescentando que a detenção ocorreu cerca das 11:00.

Moradores na Quinta da Carreira, em São João do Estoril, "inconformados com o processo de construção clandestino e ilegal de mais um parque de estacionamento pago, junto à estação ferroviária da CP", marcaram para as 09:00 de hoje uma ação de protesto popular, na qual marcou presença o vereador Clemente Alves.

Segundo um comunicado da organização da manifestação, os populares estão contra a continuação dos trabalhos, “que se encontram repletos de diversas anomalias técnicas, jurídicas e contrárias ao interesse da população, a qual, aliás, nunca foi ouvida”.

Clemente Alves é também o candidato da CDU nas próximas eleições autárquicas de 1 de outubro, anunciou em fevereiro a concelhia da Coligação Democrática Unitária (CDU).

Em comunicado, a concelhia da CDU de Cascais adiantou que o nome proposto foi aprovado por unanimidade.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.