Num comunicado enviado hoje, a empresa de concessão rodoviária Brisa anunciou o novo tarifário de portagem para 2018 que prevê, entre outras alterações, o aumento de cinco cêntimos para veículos da classe 1 no sublanço entre Alverca (A1/A9) e Vila Franca de Xira II (A1), no concelho de Vila Franca de Xira, distrito de Lisboa.

Face a este anúncio, numa nota enviada à agência Lusa, o presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, Alberto Mesquita (PS), lamentou o agravamento tarifário e ressalvou que "a autarquia irá continuar a lutar pela abolição das portagens no concelho".

"Tendo em conta os constrangimentos de trânsito verificados diariamente no concelho, esta é a principal preocupação da autarquia, face à continuidade da existência das portagens em Vila Franca de Xira, situação que se considera ser urgente modificar", sublinhou o autarca.

O autarca sublinha que Câmara "tem defendido junto das entidades competentes" a necessidade de abolir as portagens naquele concelho, uma vez que a via se assume naquela zona como "urbana"

Na nota enviada hoje, a Brisa refere ainda que pretende investir no próximo ano cerca de 64 milhões de euros na realização de "obras para melhoria dos níveis de serviço prestado, ao nível da segurança e conforto".

Na nota hoje enviada à imprensa, a Brisa dá ainda conta de que prevê investir cerca de 64 milhões de euros no próximo ano, uma subida de 10% em comparação com este ano e que se destina "à realização de obras para melhoria dos níveis de serviço prestado, ao nível da segurança e conforto de quem viaja nas autoestradas".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.