"Neste momento, temos as pessoas já a habituarem-se a este ritmo anual na cidade, que traz muita gente de fora mas também muitas oportunidades para as empresas em Portugal", disse a centrista aos jornalistas, depois de visitar algumas empresas na Web Summit, que decorre até quinta-feira em Lisboa.

Sustentando que a organização do evento na capital portuguesa resulta de um "trabalho de continuidade" entre os executivos de PSD/CDS e do PS, Cristas garantiu que, na vereação em Lisboa, os centristas vão apresentar propostas sobre empreendedorismo.

"Serão propostas para a cidade estimular o empreendedorismo tecnológico. É possível fazer ainda mais", advogou a presidente do CDS, recente cabeça-de-lista pelo partido na corrida autárquica em Lisboa.

A Web Summit decorre até quinta-feira, no Altice Arena (antigo Meo Arena) e na Feira Internacional de Lisboa (FIL), em Lisboa.

Segundo a organização, nesta segunda edição do evento em Portugal, participam 59.115 pessoas de 170 países, entre os quais mais de 1.200 oradores, duas mil 'startups', 1.400 investidores e 2.500 jornalistas.

A cimeira tecnológica, de inovação e de empreendedorismo nasceu em 2010 na Irlanda e mudou-se em 2016 para Lisboa por três anos, com possibilidade de mais dois de permanência na capital portuguesa.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.