O brasileiro Nildo Petrolina, que jogou vários anos em Portugal, adiantou a formação da casa aos 17 minutos e o camaronês Leandre Tawamba ampliou a vantagem para 2-0 aos 33 minutos de penálti.

Ainda antes do intervalo, o brasileiro Giuliano ainda reduziu para o Al-Nassr (40 minutos), mas o cabo-verdiano Heldon, também ele uma cara conhecida do futebol português – passou pelo Sporting, entre vários outros emblemas lusos -, fixou o marcador final nos 3-1 aos 77 minutos, também através da marcação de uma grande penalidade.

Rui Vitória conheceu o sabor da derrota ao cabo de quatro jogos ao comando do Al-Nassr (duas partidas para o campeonato e duas para a taça), e Pedro Emanuel voltou a ganhar para o campeonato saudita ao fim de quatro jogos sem amealhar os três pontos.

Após o desaire de hoje, o Al-Nassr segue no segundo posto do campeonato saudita de futebol (37 pontos), a três do líder Al-Hilal (40 pontos, mas menos um jogo), enquanto o Al-Taawon ascende provisoriamente à quinta posição (29 pontos).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.