O piloto espanhol, líder do campeonato à partida para esta derradeira prova da temporada, terminou a 14,708 segundos do vencedor, que bateu o italiano Dannis Foggia (Honda) e o espanhol Jeremy Alcoba (Honda).

Raul Fernandez liderou toda a corrida desde o início, nunca sendo incomodado pela concorrência.

Já a luta pelo título esteve sempre ao rubro, com vários pilotos a rodarem num grupo compacto, com várias ultrapassagens e toques entre si.

Arenas somou 174 pontos, mais quatro do que o italiano Tony Arbolino (Honda), que foi quinto na corrida portuguesa, e terminou o campeonato com 170 pontos, tantos quantos o japonês Ai Ogura (Honda), terceiro.

“É incrível. Preciso de algum tempo para acreditar. Houve uma altura em que o pneu traseiro estava inguiável”, explicou o novo campeão mundial no final da prova.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.