Se nunca viu snooker, ou raramente costuma acompanhar, saiba que o ponto mais alto da época começa já no próximo dia 20 de abril. Esse referido ponto alto é o mundial, que se joga em Sheffield, na Inglaterra. Facilmente pode perceber abaixo o porquê de este ser mais um excelente ano e de ser, simultaneamente, uma bela oportunidade para começar a acompanhar mais de perto este desporto. Em Portugal, o mundial pode ser acompanhado em direto e em exclusivo no Eurosport, com comentários de Nuno Miguel Santos e Miguel Sancho.

É muito difícil apontar um único favorito à vitória este ano, sendo que há vários jogadores a perfilarem-se como candidatos ao título. De todos os 16 jogadores já apurados para o quadro final, fizemos uma análise sobre aqueles que são provavelmente os oito maiores candidatos a sagrar-se campeão do mundo, com base no que fizeram esta época e no seu historial. Neste lote estão incluídos alguns jogadores que nunca provaram o sabor da vitória, com outros repetentes também à mistura.

Mark “The Jester from Leicester” Selby

Esteve longe de ser uma época brilhante para o inglês, mas a verdade é que tem de dar tudo o que tem para defender os pontos amealhados na vitória do mundial de 2017. Perdeu o lugar como nº1 do 'ranking' mundial para um dos seus maiores rivais, Ronnie O'Sullivan, e pode isso pesar na hora de entrar no Crucible. Esta temporada, na única final onde esteve presente acabou por vencer, no China Championship, o que significa que caso consiga elevar o seu nível de jogo e esteja presente na final é mais do que um sério candidato a vencer. Para que se perceba um pouco melhor a qualidade deste jogador, segue um pequeno resumo da sua carreira e da sua época.

créditos: Paul ELLIS / AFP

Nacionalidade: Inglaterra (Leicester)

Idade: 35 anos

Profissional desde 1999

Ranking Atual: 2º lugar

Finais 2018/2019: 1 (China Championship)

Títulos 2018/2019: 1 (China Championship

Títulos de Campeão do Mundo: 2014, 2016 e 2017

Tacadas centenárias (Acima 100 Pontos): 577

Tacadas máximas (147 pontos): 3

Prémios monetários amealhados: 5.316.900 Libras

Ronnie “The Rocket” O’Sullivan

Dispensa qualquer tipo de apresentações, pois estamos a falar daquele que é considerado por muitos um dos melhores jogadores de todos os tempos. Dotado de um talento natural para a modalidade, O’Sullivan tem no Crucible o seu teatro dos sonhos, mas também dos pesadelos, já que por várias vezes lá protagonizou episódios no mínimo caricatos. Esta época esteve particularmente imparável, tendo vencido cinco títulos e perdendo em duas finais em que esteve presente. Estes números que falam por si só. De realçar que ambas as finais que o inglês perdeu foi para Judd Trump, o que na hora da verdade pode pesar nas contas de Sheffield. A outra grande questão no que toca ao inglês está em saber se Ronnie estará com a disponibilidade mental para aguentar os 17 dias desta dura prova. De qualquer forma veremos se será este ano que o britânico alcança Sir Steve Davis em número de títulos de campeão do mundo, algo que já procura desde 2013, altura em que conseguiu ganhar o seu último mundial.

Nacionalidade: Inglaterra (West Midlands)

Idade: 43 anos

Profissional desde 1992

Ranking Atual: 1º lugar

Finais 2018/2019: 7 (Northern Ireland Open, UK Championship, Players Championship, Tour Championship, Champion of Champions, Masters, Shanghai Masters)

Títulos 2018/2019: 5 (UK Championship, Players Championship, Tour Championship, Champion of Champions,, Shanghai Masters)

Títulos de Campeão do Mundo: 2001, 2004. 2008, 2012 e 2013

Tacadas centenárias (Acima 100 Pontos): 1008

Tacadas máximas (147 pontos): 15

Prémios monetários amealhados: 10.763.165 Libras

Judd “The Ace in the Pack” Trump

Desde que apareceu a jogar como profissional no ano de 2005, nunca mais ninguém perdeu de vista este jovem prodígio. Tornou-se profissional aos 16 anos e desde então tem vindo sempre a crescer como jogador. Ano após ano é apontado como um dos grandes favoritos à vitória, mas tem falhado sempre até agora, muito devido a falta de maturidade que muitas vezes demonstra. Esta temporada esteve presente em três finais e venceu todas, sendo que em duas delas defrontou o seu ídolo de infância, Ronnie O'Sullivan. No ano passado, Trump caiu aos pés de Higgins nos quartos-de-final, isto depois de ter vencido as duas primeiras rondas na "negra", contra jogadores com 'ranking' bem inferior. Chega a Sheffield na segunda linha de favoritos, apenas atrás de Ronnie e Neil Robertson.

créditos: Ian Walton/Getty Images

Nacionalidade: Inglaterra (Bristol)

Idade: 29 anos

Profissional desde 2005

Ranking Atual: 7º lugar

Finais 2018/2019: 3 (Masters, Northern Ireland Open e World Grand Prix)

Títulos 2018/2019: 3 (Masters, Northern Ireland Open e World Grand Prix)

Títulos de Campeão do Mundo: Nada a assinalar

Tacadas centenárias (Acima 100 Pontos): 602

Tacadas máximas (147 pontos): 4

Prémios monetários amealhados: 3.371.754 Libras

John “The Wizard of Wishaw” Higgins

Estamos perante um dos nomes mais consagrados da história do snooker mundial. John Higgins é invariavelmente um candidato a campeão do mundo, algo que já não acontece desde 2011. Esta foi das temporadas mais fracas de sempre para o veterano escocês, onde inclusive por mais que uma vez colocou em causa a sua continuidade como profissional de snooker depois de algumas prestações decepcionantes. Para conseguir brilhar em Sheffield, Higgins terá de estar bem melhor que aquilo que mostrou na maioria dos torneios desta época, sendo o Crucible o palco perfeito para isso acontecer.

créditos: ADRIAN DENNIS

Nacionalidade: Escócia (Wishaw)

Idade: 43 anos

Profissional desde 1992

Ranking Atual: 5º lugar

Finais 2018/2019: 1 (China Championship)

Títulos 2018/2019: Nada a assinalar

Títulos de Campeão do Mundo: 1998, 2007, 2009 e 2011

Tacadas centenárias (Acima 100 Pontos): 750

Tacadas máximas (147 pontos): 9

Prémios monetários amealhados: 7.801.209 Libras

Mark “Welsh Potting Machine” Williams

É nada mais nada menos que o campeão do mundo em título e o primeiro a pisar o palco do mundial nesta edição como sempre acontece ano após ano, com o campeão em título. Esta temporada esteve muito longe de ser perfeita, já que o galês venceu apenas um título, na única final onde esteve presente, o World Open. Será interessante perceber em que forma Mark Williams irá chegar a Sheffield, porque como é seu apanágio, quando esta num bom dia, é praticamente impossível segurá-lo. Será que o peso de campeão do mundo trará uma carga demasiado pesada para o galês? Ou por outro lado será um alento ainda maior para o que aí vem?

Nacionalidade: País de Gales (Ebbw Vale)

Idade: 44 anos

Profissional desde 1992

Ranking Atual: 3º lugar

Finais 2018/2019: 1 (World Open)

Títulos 2018/2019: 1 (World Open)

Títulos de Campeão do Mundo: 2000, 2003 e 2018

Tacadas centenárias (Acima 100 Pontos): 464

Tacadas máximas (147 pontos): 2

Prémios monetários amealhados: 6.112.883 Libras

Kyren “The Warrior” Wilson

Já de algum tempo para cá que o inglês vem sendo apontado como a próxima grande estrela da modalidade e esta época esteve em grande forma, ao marcar presença em três finais e tendo vencido duas. A única final que perdeu foi para a estrela maior do snooker, O'Sullivan. E aqui prende-se a grande questão com Kyren Wilson, estará o inglês preparado para bater-se com os maiores 'tubarões' do snooker mundial? Terá a estaleca mental necessária para levar de vencida os melhores dos melhores? Depois de ter marcado presença nas meias-finais no ano passado, Kyren Wilson poderá ter em 2019 o seu ano de afirmação no Crucible e quem sabe a sua primeira vitória no mundial.

créditos: Lindsey PARNABY / AFP

Nacionalidade: Inglaterra (Kettering)

Idade: 27 anos

Profissional desde 2013

Ranking Atual: 8º lugar

Finais 2018/2019: 3 (Paul Hunter Classic, Champion of Champions e German Masters)

Títulos 2018/2019: 2 (Paul Hunter Classic e German Masters)

Títulos de Campeão do Mundo: Nada a assinalar

Tacadas centenárias (Acima 100 Pontos): 153

Tacadas máximas (147 pontos): 1

Prémios monetários amealhados: 1.254.960 Libras

Mark "The Pistol" Allen

Naquela que foi uma das melhores épocas de sempre do norte irlandês, com dois títulos e mais uma final perdida, contra o mesmo de quase sempre, Ronnie O'Sullivan, poderá ser este o mundial em que Allen chega ao Crucible mais descomprimido e com isso surpreender muita gente, chegando longe na prova. A eterna questão com este jogador está no facto de saber se aguenta tantas partidas jogadas num tão curto espaço de tempo, porque o talento e a técnica esses estão lá e são inegáveis.

créditos: Tolga AKMEN / AFP

Nacionalidade: Irlanda do Norte (Belfast)

Idade: 33 anos

Profissional desde 2005

Ranking Atual: 6º lugar

Finais 2018/2019: 3 (UK Championship, International Championship e Scottish Open)

Títulos 2018/2019: 2 (International Championship e Scottish Open)

Títulos de Campeão do Mundo: Nada a assinalar

Tacadas centenárias (Acima 100 Pontos): 413

Tacadas máximas (147 pontos): 1

Prémios monetários amealhados: 2.729.590 Libras

Neil “The Thunder From Down Under” Robertson

Entrou a todo gás na temporada, vencendo logo o Riga Masters, o primeiro torneio do calendário. Daí até à segunda final no International Championship fez uma travessia no deserto para no final da época, aí sim, brilhar tão alto que chega ao mundial como nº1 do 'ranking' a uma só época. Foram quatro finais consecutivas, tendo perdido duas delas para o 'Rocket' e vencido as restantes. Está num momento de forma impressionante, sendo que os problemas pessoais que normalmente tanto afectam o australiano parecem estar afastados e este é para o Fair Play o maior candidato a vencer o mundial a par de Ronnie O'Sullivan.

créditos: DALE DE LA REY / AFP

Nacionalidade: Austrália (Melbourne)

Idade: 37 anos

Profissional desde 1998

Ranking Atual: 4º lugar

Finais 2018/2019: 6 (Riga Masters, China Open, Welsh Open, Players Championship, International Championship e Tour Championship)

Títulos 2018/2019: 3 (Riga Masters, China Open, Welsh Open, Players Championship)

Títulos de Campeão do Mundo: 2010

Tacadas centenárias (Acima 100 Pontos): 636

Tacadas máximas (147 pontos): 4

Prémios monetários amealhados: 4.080.645 Libras

Aposta FP: Ronnie O'Sullivan

O mundial que começa, como já foi referido, no dia 20 de abril e joga-se até domingo, dia 6 de maio, em Sheffield, na Inglaterra, podendo acompanhar tudo em direto e exclusivo nos canais do Eurosport.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.