Em comunicado, a AFE indicou que a decisão foi tomada numa reunião da direção da associação, realizada esta tarde, na qual foi analisado “o agravamento da situação pandémica no país em geral e no distrito em particular”.

“Da análise efetuada, verifica-se igualmente um agravamento de casos nos filiados que disputam os nossos campeonatos distritais”, salientou a AFE, indicando que a situação será reavaliada no final deste mês.

Esta decisão foi tomada depois de sete presidentes de câmaras municipais do distrito de Évora terem exigido a “suspensão urgente” dos campeonatos organizados por esta associação de futebol, devido à “escalada sem precedentes” de casos do novo coronavírus que provoca a doença da covid-19.

A exigência consta de uma carta, a que a agência Lusa teve hoje acesso, subscrita pelos autarcas de Alandroal, Mourão, Portel, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Vendas Novas e Viana do Alentejo e enviada por correio eletrónico à AFE.

Os sete autarcas pediram um parecer ao delegado de Saúde Pública distrital, a que a Lusa também teve acesso, no qual o responsável considera que “as movimentações de grupos de atletas e de público, os contactos daí resultantes e os associados à prática da modalidade constituem fator de risco que é conveniente evitar”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.