Em comunicado, o clube madrileno revelou a identidade dos casos positivos de covid-19 registados no domingo, na véspera de viajar para Lisboa, “por forma a terminar com as especulações”.

“A primeira equipa e os membros da equipa técnica submeteram-se no domingo a novos testes, cujos resultados foram todos negativos, depois do aparecimento de dois casos positivos nos testes de sábado. Seguindo o protocolo sanitário, também foram feitas provas aos familiares dos dois casos, que resultaram negativas, todas elas”, lê-se no comunicado dos ‘colchoneros’.

O clube, que vai defrontar os alemães do Leipzig, a uma só mão, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, na quinta-feira, anunciou o regresso aos treinos, sem o avançado argentino Ángel Correa, que está assintomático e a cumprir quarentena, nem o defesa croata Vrsaljko, e que recuperava de uma lesão à margem do grupo.

Vrsaljko, igualmente sem sintomas, vai também permanecer isolado no domicílio, apesar de o croata já ter gerado anticorpos à doença provocada pelo novo coronavírus há vários meses.

O Atlético de Madrid confirmou ainda a viagem para a capital portuguesa na terça-feira, com os 21 jogadores do plantel principal, entre os quais João Félix, e três jogadores da formação, casos de Manu Sánchez, Riquelme e Toni Moya.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.